Uma Ciência de Vendas Novas



BifanAgosto

0 comments

Informamos todos os Vendasnovenses que a Tertúlia da Bifana irá realizar no mês de Agosto um mega-convívio: o BifanAgosto.
Este encontro apesar do secretismo que o rodeia irá contar com a presença de alguns dos mais influentes peritos em matéria de Bifanas.
Será também realizada uma passagem de Bifanas da colecção Outono-Inverno para 2006/2007.
Vendas Novas continua a Bifanar!!!


Ainda mais grave

0 comments

De acordo com o que nos foi possível apurar, se a situação de dopping na corrida de 10 Km é grave, a realidade na Corrida da Família é muito pior.
Ao que parece poucos são os atletas que participaram na Corrida da Família que não estão sob suspeita de dopping.
Mais uma vez a bifamina, substância altamente dopante, é a única explicação para que participantes nesta corrida conseguissem acabá-la ao mesmo tempo que os atletas que corriam os 10 Km.
Se ao excesso de bifamina juntarmos vários casos de tasquinhite o panorama desportivo neste fim-de-semana em Vendas Novas fica profundamente ensombrado.


Notícia de última hora

0 comments

Atletas quenianos vencedores dos primeiros prémios da Corrida da Cidade de Vendas Novas estão sob suspeita de dopping.
Ao que tudo indica os testes revelaram o consumo de uma poderosa substância designada por bifamina. A Federação de Atletismo irá proceder aos exames que confirmem os primeiros resultados, mas adianta já a suspeita de que os referidos atletas foram vistos a rondar estabelecimentos de venda legal de Bifanas em Vendas Novas na noite antes prova.
A comprovarem-se tais factos fica esclarecida a rapidez com que correram os 10 quilometros - energia bifanológica.


BIFANOPA

0 comments


Não há comentários a fazer, a capa do Diário Económico diz tudo, a Bifana resiste.


A Bifana em Alta

0 comments

A pedido do meu mui ilustre amigo Bifanologo acedi ao convite de escrever neste espaço e é com profundo orgulho que dou a minha modesta contribuição a este projecto que está intimamente ligado à história da minha vida.
Apesar da falta de disponibilidade, o momento histórico obriga a uma intervenção profundamente comprometida com o objectivo de salvaguardar a peça central do nosso património cultural: a Bifana de Vendas Novas.
Estou convicto de que os Vendasnovenses saberão dar o seu apoio a esta nobre causa, estou convicto de que os Vendasnovenses não permitirão que a Bifana passe para as mãos da Francesinha, mas vivemos tempos incertos e muito complexos.
No pós-25 de Abril, com a nacionalização da Bifana de Vendas Novas, o capital encontrava-se nas mãos do Estado e o sector estava protegido, desenvolvendo-se a bom ritmo, com resultados económico-financeiros bastante positivos, garantindo um vasto conjunto de direitos e regalias aos seus trabalhadores - quem não se lembra de ver os filhos dos trabalhadores a brincar na Bifanolândia, propriedade da Bifana de Vendas Novas, EP.
No final da década de 80, com o avanço das políticas liberais, com o pretexto de modernizar a economia e ganhar competividade para vencer o desafio europeu, visando uma tal «coesão económica e social», o Governo decidiu privatizar a Bifana de Vendas Novas, sempre garantindo que ela não sairia do controle dos Vendasnovenses. Sempre com a cenoura do lucro à frente, foram-se diminiundo «custos com pessoal», elaborando «estratégias criativas e inovadoras de gestão» e hoje conhecemos os resultados.
Vendas Novas arrisca-se a perder a Bifana para a Francesinha, numa operação bolsista que se não for travada trará grandes e graves problemas para todo o sector bifanologico nacional.


Mercado Financeiro em Euforia

0 comments


Depois de pequenas empresas terem lançado Ofertas Públicas de Aquisição a outras pequenas empresas, chegou a vez de dois colossos da economia nacional se enfrentarem no mercado bolsista.
Muitos analistas consideram inesperada esta atitude da frágil Francesinha (com maior implantação no Norte do País) sobre a sólida e gigantesca Bifana de Vendas Novas, no entanto, o Prof. Bifamixto já antevira este cenário, tendo alertado para este pergigo no momento da privatização do sector bifanológico em Portugal.
Os Conselhos de Administração da Francesinha, SA e da Bifana de Vendas Novas, SA ainda não se pronunciaram, mas esperam-se reacções a qualquer momento.


Notícia de Última Hora

0 comments


O Mundo da Bifana está em estado de choque com a descoberta da equipa liderada pelo Prof. Bifamixto. Depois de concluídas as investigações que deram origem ao post anterior, a equipa do nosso estimado Prof. resolveu comemorar as suas decobertas com um passeio pelo campo e, claro está, um belo piquenique repleto de Bifanas. No exacto momento em que se preparavam para atacar a mais bela e saborosa recompensa gatronómica reparam no calhau onde enconstaram as mochilas e descobrem o inacreditável: vestígios da ocupação pré-histórica do território do concelho Vendasnovense, gravuras rupestres datadas do paleolítico que revelam os nossos antepassados na nobre arte da caça à Bifana. É caso para dizer que «Mudam-se os tempos, mas não se mudam as vontades» ou «Quem sai aos seus não degenera».

Com esta descoberta prova-se que a Bifana em Vendas Novas é conhecida muito antes de haver cerveja e que a Ordem Monástica (ver post anterior) quando aqui chegou quanto muito trouxe a referida cerveja, porque a Bifana já cá estava.

A comunidade científico-bifanológica está em completo alvoroço com esta descoberta, as comemorações não param e muitos colegas portugueses e estrangeiros planeiam já visitas a Vendas Novas para poderem observar de perto esta magnífica gravura.


Sapore Autenticum

0 comments


Investigações levadas a cabo pelo Instituto Superior de Estudos Bifanológicos, coordenada pelo ilustríssimo Prof. Bifamixto, permitiram chegar a conclusões históricas de extraordinária importância, sobretudo quanto ao momento da invenção da Bifana Vendasnovense.
Assim, ao que tudo indica uma Ordem Monástica envolvida em grande secetismo ter-se-á estabelecido em Vendas Novas em plena Idade Média.
Com ela trazia já o segredo da produção de cerveja, mas ambicionava que Deus lhe desse inspiração para criar o petisco ideal e divino para combinar com o transcendente néctar de cevada.
Os documentos encontrados na investigação revelam a existência de várias tentativas e experiências, todas elas feitas no maior dos secretismos.
Hoje, em pleno século XXI, com o conhecimento destes factos já existem empresas interessadas em reproduzir o sabor original da dictómica relação Bifana/Cerveja, podemos estar perante um caso de sucesso comercial.
À Bifanologia, enquanto ciência responsável, cabe alertar para o perigo que pode constituir a tentativa de utilização de carne de porco oriunda da Idade Média e as possíveis consequências desse acto.


A Grande Resposta

0 comments


Deixem-se de Desenhos Animados

3 comments

Em Vendas Novas alguns jovens encontram-se em estado de subnutrição, deixaram de se alimentar saudavelmente (leia-se que deixaram de incluir Bifanas na sua dieta). De acordo com os estudos mais recentes tal facto deve-se ao excesso de tempo que passam a ver certas séries de Desenhos Animados.
imagem: arioplano.blogspot.com


Presidenciais

1 comments


O candidato ficou visivelmente baralhado com a questões feita pelos jornalistas sobre a sua posição em relação ao sector das Bifanas e ao facto de a sua campanha não passar por Vendas Novas, Capital Mundial das Bifanas.


As Doze Bifanas

6 comments

Comer passas na passagem de ano já deu o que tinha a dar. Para ter sorte e ver os desejos concretizados é necessário comer 12 Bifanas e por cada uma delas pedir um desejo. É só seguir o exemplo.
A Tertúlia da Bifana deseja a todos um Ano de 2006 cheio de ... BIFANAS e muita mostarda.


O presente original

1 comments

Aproveitamos a ocasião para aconselhar o mais original dos presentes, um prato típico do Natal e um elemento essencial em qualquer festa: a Bifana de Vendas Novas.
Não há melhor presente, escorrega sempre bem. Crianças, Jovens, Adultos e Velhos todos pedem ao Pai Natal a bela Bifana da consoada.
Um Natal cheio de carne, pão, gordura e, se possível, mostarda, são os votos da Tertúlia da Bifana.


Sinalização

1 comments

Este é o sinal de trânsito que falta nas nossas estradas.


Pensamento de Fim de Tarde

0 comments

Daqui a uma horas janto umas Bifanas!


Geração Bifana

5 comments

Tomada de posição do Prof. Bifamixto em relação ao post publicado em www.geracaovn.blogspot.com
«Caros amigos, parece haver aqui uma grande confusão entre Bifanas e Autarquias.Tudo leva a crer que existe em Vendas Novas quem não coma a sua dose de Bifanas, o que claramente conduz a uma grande azia, a desarranjos gastrointestinais muito acentuados, cólicas renais fortíssimas, etc.Os subalimentados do nosso concelho tendem a sofrer de alucinações, são levados a confundir a realidade com os seus desejos, tornam-se maníaco-depressivos, tudo por falta da mistura Bifana-Mostarda.Como se pode observar por alguns comentários, estamos claramente perante um problema de saúde pública capaz de afectar a sociedade Vendasnovense. Começa a ser imprescindível uma acção concertada, talvez uma distribuição gratuita de Bifanas em alguns sectores desta sociedade permitissem atenuar os efeitos.»
A discussão sobre a Bifana alastra.


Bifana Rainha

0 comments


Vendas Novas está no mapa - Capital da Bifana

0 comments


Se não conheceres o caminho, se não vires a placa, segue o cheiro ... Quando lá chegares, humm... Certamente, haverá mostarda.


POP ART

0 comments

No Museu de Arte Moderna foi encontrada esta tela que confirma a veracidade da história contada pelo Prof. Bifamixto em diversas ocasiões. De acordo com o ilustre pensador, por diversas vezes, na década de 60, vários artistas e intlectuais ligados ao movimento da POP ART estiveram em Vendas Novas, deliciando-se com maravilhosas bifanas enquanto discutiam a importância dos alucinogénios na produção artística e a arte no contexto da sociedade de consumo. Com a descoberta deste quadro, cuja autoria é atribuída a Andy Warhol, confirma-se o testemunho de quem diz ter convivido nesta terra com figuras como Roy Lichtenstein, Basquiat ou o próprio Andy Warhol. Já só falta confirmar a realização de um concerto dos Velvet Underground no jardim do Quartel.


BIFANIKE

0 comments

A grande multinacional do mundo do desporto já aderiu e aconselha a inclusão da Bifana na dieta regular de todos os desportistas.





Solidariedade

4 comments

A Tertúlia da Bifana decidiu, na sua reunião de terça-feira passada, prestar toda a sua solidariedade com os amantes da sandes de frango assustados com a gripe das aves.
Sempre dissemos que a Bifana era melhor e mais saudável, mas não podemos deixar de dar uma palavra de apoio e compreensão neste momento difícil.
Por outro lado, a Tertúlia da Bifana também deixou clara a sua preocupação com o possível aumento do preço da Bifana, tendo em consideração o aumento da procura resultante da quebra de vendas de sandes de frango.


Orçamento 2006

2 comments


A Tertúlia da Bifana reuniu-se de emergência para analisar a proposta de Orçamento de Estado para 2006.
Num vivo e aceso debate foi unânime a consideraração de que esta proposta é profundamente negativa para o sector da Bifana.
Com este Orçamento, o Governo insiste na ideia de que é necessário que os Portugueses continuem a apertar o cinto, facto que impede um consumo mais alargado do mais famoso petisco vendasnovense. A continuação das restrições orçamentais ao consumo, neste caso de Bifanas, perpetuam a estagnação da nossa economia, adiando a tão falada retoma, conduzindo ao agravamento das condições de vida dos portugueses.
Assim, a Tertúlia das Bifanas manifesta a sua profunda preocupação com estas políticas, considera que o Orçamento para 2006 terá efeitos nefastos no mercado da Bifana e acusa o 1º Ministro e o seu partido de terem mentido aos Portugueses quando em plena campanha eleitoral assumiram como prioridade da sua acção política governativa o Choque Bifanológico.
Entre o cartaz de campanha e as políticas concretas vai um grande passo.


O Novo Livro de Dan Brown

2 comments

"Em A Conspiração da Bifana" Dan Brown desloca-se para a Cidade de Vendas Novas, explorando a ciência da Bifana de Vendas Novas e vê-se envolvido numa conspiração de nivel internacional para roubar o segredo mais bem guardado desta cidade, o segredo das Bifanas."


Uma Explicação

3 comments

Caros amigos,

Bem sei que têm estado preocupados com a ausência do Bifanólogo, mas essa ausência tem uma explicação.
Graves problemas de saúde impediram-me de dar seguimento a este trabalho.
A Tertúlia da Bifana, no fim de semana de 1 de Outubro, reuniu-se para avaliar a Campanha Eleitoral e definir uma estratégia para as eleições autárquicas, chegando à conclusão que era necessária toda a semana para essa discussão. Uma semana só a Bifanas provocou alguns desarranjos no organismo e o intenso trabalho conduziu a um esgotamento.
Esta é a razão da minha ausência.
Eu sei que já corriam por Vendas Novas alguns boatos de que me tinha vendido a Felgueiras e que já estava como assessor da Fátima para a implantação de um grande mercado de Bifanas em Felgueiras, mas isso não passa de pura especulação, de mentiras e falsidades postas a circular pelos adeptos do cachoro quente.
A única resposta que tenho é que se não fui com a Fátima para o Brasil implantar o Projecto Bifana Tropical, também não vou agora para Felgueiras.
Sempre estive e continuarei a estar em Vendas Novas, é aqui que a Bifana faz sentido!


O requinte da Bifana

6 comments

O requinte de uma cerveja Sagres Bohemia acompanhada de uma Bifana de Vendas Novas, é , segundo a Sagres, a combinação ideal... quanto á Bifana concordo plenamente, quanto á cerveja, fica ao gosto de cada um...!


Procura-se o Bifanolgo

0 comments


Cada vez o www.bifanologia.blogspot.com tem sido mais procurado, assim como o Bifanologo, ao ponto de se oferecerem recompensas a quem o encontrar, mas é com todo o gosto que o Bifanologo dá conta desta procura e espera que cada vez seja maior para ajudar a promover esse bem tão precioso da nossa terra que são as BIFANAS DE VENDAS NOVAS, assim continuamos a agradecer a vossa visita e a sugerir que colaborem, comentem e façam sugestões!

Um abraço para todos... "O BIFANOLOGO"


Preparados para o grande desafio???

2 comments




Concorrência

5 comments


A tradicional cerveja começa a perder o monopólio do acompanhamento da Bifana.
Diversas marcas de refrigerantes iniciaram campanhas publicitárias no sentido de conquistarem este mercado em expansão.


Polémica

3 comments

Informamos os nossos leitores que estalou a polémica no mundo da Bifanologia.
O Prof. Bifamixto,ao ler o nosso texto sobre a questão da sopa, enviou de imediato um mail criticando frontalmente a nossa posição.
Da nossa parte, julgamos que as palavras do Prof. só podem ser compreensíveis à luz de um fundamentalismo exarcebado, uma obcessão doentia, um sectarismo patológico.
Para que todos possam compreender do que falamos, passamos a transcrever na integra o mail enviado pelo grande Prof. Bifamixto:
«Temos o Caldo entornado!»


Sopa

1 comments


Sempre preocupados com a alimentação e a cultura gastronómica do nosso concelho, sempre dispostos a responder às solicitações dos nossos leitores, em resposta ao desafio lançado, diremos que não defendemos o islolamento da Bifana, somos contrários à ideia da Bifana «orgulhosamente só».

A Bifana insere-se no mundo gastronómico como um elemento solidário, aberto à troca de experiências e a parcerias que permitam o desenvolvimento e o aprofundamento do gosto pela própria arte de comer Bifanas.

Assim, vemos com bons olhos o atrevimento e ousadia de alguns estabelecimentos que foram capazes de, mantendo a centralidade da Bifana, promove conjugações com outros pratos, em especial as sopas.

Temos apenas uma cítica a fazer: é incompreensível que em alguns estabelecimentos seja permitido que o cliente peça apenas uma sopa, não chegando a provar a Bifana. Ou seja, em nossa opinião a sopa só deveria ser vendida e servida como complemento da Bifana, devendo o seu comércio em separado ser proibido por desvirtuar o fundamental da refeição. Até porque em Vendas Novas existem Casas de Bifanas e não Casas de Sopas.

Esperamos ter esclarecido todas as dúvidas existentes sobre a nossa posição face a quem nos dá sopa.


1000

0 comments


Tachos

6 comments


Em época de campanha eleitoral gera-se uma estranha unanimidade contra um dos mais belos e imprescindíveis utensílios de cozinha: os tachos.
A tertúlia bifanologa manifesta a sua solidariedade para com os amantes do tacho, condenando as afirmações irresponsáveis daqueles que comendo o ano todo do tacho, aparecem depois a atacar esta grande invenção humana.
Apesar da Bifana não passar pelo tacho, bastando-lhe a frigideira, não poderíamos deixar de estar solidários e exigir mais respeito pelos tachos, em especial, por aqueles que já tem uma película anti-aderente.



Numa recente Conferência realizada em Jerusalém, o Prof. Bifamixto avançou com uma interessante teoria sobre a situação no Médio Oriente. Ao contrário da doutrina oficial, o problema entre israelitas e palestinianos não passa pela posse da terra, pela ocupação israelita de territórios palestinianos. O terrorismo do Estado de Israel e dos fundamentalistas islâmicos não tem a sua origem no problema da disputa de territórios.
A grande questão e a origem de todos os mal está no facto de judeus e árabes não comerem carne de porco e nunca ter provado a magnífica Bifana.
Assim, o Prof. Bifamixto afirma que nenhum acordo de paz terá sucesso enquanto estes povos não se libertarem das ditaduras religiosas que os impedem de se deliciarem pacificamente com uma bela Bifana.
Depois desta Conferência já foi lançada uma campanha mundial intitulada:
«Pela Paz no Médio Oriente, Bifanas para toda a gente!»


Tristeza

0 comments

O mundo da Bifanologia está de luto. Faleceu esta madrugada Miguel Fana, Bifanodependente Anónimo (B.A.). Este jovem Vendasnovense teve uma recaída e foi vítima de uma over-dose de Bifanas. A PJ já se encontra no terreno a investigar a possibilidade de Miguel ter sido assassinado por um fornecedor das chamadas Bifanas fora-de-horas, mais conhecidas por Bifanas maradas, a quem se julga que devesse milhares de contos.
O universo da Bifanologia ficou mais pobre com este desaparecimento, mas sabemos que onde quer que o Miguel se encontre estará a comer uma bela Bifana, da melhor carne de porco.


Notícia de Última Hora

2 comments

É com grande satisfação e alegria que informamos todos os amantes da tradicional Bifana de Vendas Novas que a nódoa provocada pelas nossas Bifanas é recomendada pelas principais marcas de detergentes e máquinas de lavar roupa.

Julgo que é preciso comemorar este facto, uma Recomendação deste tipo não acontece todos os dias.


Mc Bifana

3 comments

Pedimos desculpa pela parte censurada, mas por razões óbvias o modelo pediu anonimato!


Pré-história da Bifana

0 comments

A Professora Doutora Ana Fib, no desenvolvimento da sua Tese intitulada “Bifana – Um grande passo para Humanidade”, traz-nos uma perspectiva histórica da Bifana muito pouco conhecida entre nós, mesmo entre os maiores especialistas.
Ana Fib, uma intelectual maior do pensamento contemporâneo, uma mulher profundamente ligada à gastronomia e às tradições culturais mais profundas neste domínio, concluiu que a Bifana é uma derivação de uma criação do Conde Sand Wish (em português: Conde Desejo de Areia).
O referido Conde, ilustre membro da Corte britânica do Século XVI, enviuvou muito novo, dedicando-se a uma vida desregrada, repleta de excessos (leia-se sexo, drogas e ao que parece só faltou mesmo o Rock n’ Roll). Conta a história que se deitava a altas horas da madrugada, acordava tarde e a más horas e os inúmeros serviçais de tão nobre Senhor serviam-lhe as refeições a horas, mas as ressacas não permitiam esse doloroso processo da degustação dos manjares palacianos do Século XVI.
De acordo com os mais recentes dados da investigação de Ana Fib, o ilustre Conde só depois de tomar o seu Guronsan (já muito conhecido na época) se atrevia a tentar comer qualquer coisa, encontrando apenas restos de comida, carnes frias, pão seco e duro.
O estudo revela que foi num destes momentos que o Conde, ainda meio alcoolizado, se lembrou de, para poupar o esforço de comer cada coisa a seu tempo, juntar ao pão salada e carnes frias, criando assim aquela magnífica invenção que ficou conhecida por uma derivação do nome do Conde, a Sandwich.Neste momento dá-se início ao que os investigadores chamam de pré-história da Bifana.


Começou a "guerra" pela Bifana

4 comments


Como já aqui tinhamos anunciado, as grandes marcas estao a aderir á Bifana de Vendas Novas, agora é a vez da Super Bock reclamar para a sua cerveja a companhia deste manjar, de sabor autêntico...



As grandes marcas aderem á bifana de Vendas Novas

0 comments

A Sagres reconheceu o elevado potêncial da BIFANA DE VENDAS NOVAS e decidiu associar um dos seus produtos a este fabuloso manjar, a tambem famosa MINI! Esta é uma informação dada em primeira mão ao Bifanologia. Felizes por estes desenvolvimentos esperamos então por mais novidades e esperamos tambem ver outras empresas seguirem o caminho da Sagres!


Novo Membro

0 comments

Escrevo este post para vos manifestar a minha enorme satisfação pela adesão de um novo membro à Tertúlia da Bifana. De facto, foi surpreendente termos sido contactados por alguém que desconheciamos com o objectivo de integrar o grupo e participar nos convívios e nas nossas discussões sempre animadas. Mais supreendente foi o facto deste novo membro não ser um Vendasnovense de origem, mas um Vendasnovense de coração, estando a viver na nossa terra acerca de 7 anos.
Assim, é com muito orgulho que a Tertúlia da Bifana acolhe entre os seus membros um cidadão imigrante, oriundo da Rússia, da cidade de Stalingrad, de seu nome Dimitri Bifanov, Doutorado pela Universidade de Moscovo em Gestão e Planificação Aplicada à Suínicultura, com uma Tese sobre Valor Acrescentado pela Actividade Transformadora no Mercado dos Suínos.
Resta dizer, que Dimitri Bifanov trabalha em Vendas Novas num conceituado talho da cidade.


Tertúlia da Bifana II

0 comments

Com mais um fim-de-semana a chegar, a Tertúlia da Bifana prepara-se para um novo encontro.
Nos planos, para além da bela da Bifana, está a continuação da discussão do Manifesto pela Bifana e a análise da actual situação económica e política.
Em conversa com o Prof. Bifamixto, ficámos a saber que ele tenciona apresentar um abaixo-assinado dirigido aos órgãos da Comunicação Social por sistematicamente silenciarem as actividades da Tertúlia da Bifana.


A BELA DA RECEITA

0 comments

Ingredientes:
300 grs. de bifanas
3 dentes de alho
sal q.b.pimenta q.b.
um pouco de colorau
2 folhas de louro1 dl de vinho branco
0,5 dl de vinagre branco
60 grs. de banha

Confecção:Tempere as bifanas dentro de uma tigela com sal, pimenta, alho picado e o louro cortado aos bocados. Regue com o vinho branco e vinagre misture.Deixe tomar gosto por algumas horas. Leve uma frigideira ao lume com a banha a aquecer. Escorra as bifanas e deite-as na gordura já quente, vá virando com um garfo e em lume forte. Logo que estejam bem passadas, junte a marinada e deixe fervilhar um pouco, até quase desaparecer e ficar quase só gordura. Estão prontas a ser servidas no pão com a molhenga de Vendas Novas (conhecida por mostarda).



Na sua última Conferência, o Professor Bifamixto abordou as questões do mercado e a situação do comércio mundial de Bifanas.
Para o Professor, a liberalização do comércio pode significar um enorme risco para a economia nacional, nomeadamente se a China levar por diante os seus planos de massificação da produção de suínos no espaço, agora testados pela Academia de Criadores de Gado de Chongquing.
A mera hipótese de os chineses alcançarem este objectivo e passarem a produzir Bifanas do Espaço, poderiam pôr em risco a produção Vendasnovense de Bifanas, conduzindo largas centenas de famílias ao desemprego.
Os Sindicatos estão já a ponderar possível medidas de combate à liberalização do comércio de suínos.
A Igreja também contestesta situação, considerando imoral o envio de esperma suíno para os Céus.

Um dos poucos jornais a noticiarem esta situação foi o Jornal de Notícias, fica o link:
http://jn.sapo.pt/2005/07/18/sociedade/esperma_porco_ser_enviado_para_o_esp.html


Fui ver

0 comments

Será Chuva? Será Gente? Gente não é, certamente, e a chuva não bate assim (e com esta seca...). Fui ver, era uma BIFANA.
Já me está a chegar a mostarda ao nariz!


Bifanas Numa Noite de Verão

1 comments

Joaquim, nome fictício, contemplava ao longe a mesa onde um casal se deliciava com alguns dos mais belos exemplares de Bifanas cá da terra. Ele sentia uma profunda inveja daquelas duas pessoas que trocavam juras de amor por entre dentadinhas ternas e meigas no manjar Vendasnovense, eles abriam o pão e revelando-se no seu interior toda a magia da carne, mergulhavam-na naquele molho delicioso
Eles olhavam-se olhos nos olhos e Joaquim sabia que só não davam as mão por estarem demasiado gordurosas.
Joaquim sentia-se invadido por um profundo desejo de poder partilhar com alguém a sua mais louca paixão: a Bifana.
No entanto, continuava só, a vaguear pelas ruas de Vendas Novas, fingia-se feliz e vingava toda a sua angústia numa solitária Bifana quando, subitamente, foi surpreendido pela chegada à esplanada de Andreia, uma jovem cujo passatempo era coleccionar os recibos das Bifanas consumidas, tinha mais de 900 recibos e alguns de casas que já fecharam (os mais valiosos). Fazia algum tempo que não se viam, conversaram, trocaram tímidos olhares e cresceu neles o desejo de pedirem 4 Bifanas, acompanhadas das respectivas imperiais.Nesse momento, Joaquim sentiu-se a pessoa mais feliz do mundo, partilhava com alguém uma paixão e, melhor, uma paixão comum.
Esta história continua brevemente, numa casa de Bifanas perto de si.


Felicidade

0 comments

O défice, a crise, o desemprego, a seca, o calor, a guerra, o terrorismo, a falta de dinheiro, etc.
Já lá vai o tempo em que uma Bifana chegava para nos alegrar o dia.
Hoje, precisamos de, pelo menos, duas.


Ei-la, a BELA DA BIFANA de Vendas Novas!

2 comments

Depois de algumas considerações sobre a mesma, eis que aqui está um genuino exemplar deste famoso manjar... A BIFANA DE VENDAS NOVAS


O sentido Erotico da BIFANA

0 comments

A vaguear pela net descobri esta descrição de Vendas Novas e da nossa FAMOSA BIFANA
Caros amigos, com estas palavras está tudo dito!

"da bifana

trabalho na terra das bifanas - da fama e de algum e bom proveito, não se safa Vendas Novas.
Por isso, hoje, entre o final da manhã e reuniões da tarde, perante o sol que espreita e retempera ânimos, optei por sair do meu espaço de trabalho e encaminhar-me para um dos vários sítios em que predomina a dita cuja bifana no pão.
Optei pelo percurso mais longo, caminhando entre ruas típicas de uma viragem de atitudes e de alteração de tempos e vontades, isto é, de um lado predominam as pequenas courelas, as quintinhas, algumas pouco maiores que um quintal de bairro, onde predominam as pequenas culturas, o complemento familiar, a batata, as couves, os limoeiros e as laranjeiras, onde tanto existem cães e gatos, como patos e galinhas. Do outro lado, predominam as vivendas típicas de um momento de afirmação política mas essencialmente social, com passeios largos, árvores frondosas e, como um golega diz, com janelas tipo fenêtre.
Chegado ao sítio de destino entretive-me com duas delas, fininhas, entre duas fatias de pão aquecido, com molho que deixa os dedos prontos a serem lambidos, chupados, numa qualquer atitude mais ou menos erótica para quem, de forma despercebida repara nesse acto feito de forma clara e óbvia. Um prazer, um deleite, uma delícia entre reuniões, que desperta a pouca vontade de ouvir falar das sempre eternas e sempre presentes banalidades."

in "http://cronicasdodeserto.blogspot.com"


Uma Explicação Histórica

2 comments

De acordo com alguns dados, a palavra Bifana surgiu do facto de o inventor da Bifana ter fanado um pão num lugar e o bife de porco noutro, pelo que tendo fanado duas coisas Bifanou.

«in Estudos para a Dimensão Histórica da Bifana, do Professor Bifamixto, pag. 342, ed. Bifana de Bolso, Lisboa, 2004»


About me

  • I'm Bifanologo
  • From Vendas Novas, Alentejo, Portugal
  • Quer se dizer, estou víciado em Bifanas. Os médicos chamam-lhe Bifanodependência!
  • My profile

Last posts

Archives

Links


ATOM 0.3